O Anaconda

Carregando...

domingo, 3 de julho de 2005

Jennifer Lopes ou a bunda como instrumento de ascenção social


Jennifer Lopes Posted by Picasa
Jennifer Lopes é uma delícia, sem dúvida! Ela representa nos EUA a chamada latinidade. Mas o que é ser latino nos EUA? Os latinos ou chicanos1 ou mesmo cucarachas (baratas), como nos costumam ou costumavam chamar depreciativamente os WASPs (brancos, anglo-saxônicos e protestantes na tradução do inglês), são pessoas oriundas da parte de baixo do Rio Grande. Gente de origem étnica obscura e miscigenada de língua espanhola (brasileiros incluídos, é óbvio, pois embora falemos o português dá na mesma para eles!) cuja única função é a de servir aos poderosos e ricos WASPs do norte próspero. E a servidão começa nas funções consideradas nobres como o ensino e a ciência (somos exportadores de cérebros, afinal!), passa pelos serviços gerais de limpeza, construção civil, segurança, entrega, etc. e chega obviamente até as sexuais. E qual seria a função de Miss Lopes? É a de vender-se! Vender-se no mercado sexual midiático de Hollywood. Pois ela é uma sex symbol. Uma bombshell latina que vende fantasia erótica para homens e mulheres de qualquer idade e etnia e serve também para vender qualquer coisa, de sabonete a carros esportivos! Daí o "sucesso" dela e de tantos outros chicanos (Rodolfo Valentino foi talvez o primeiro, embora fosse italiano!)2. Mas onde reside sua latinidade, a despeito de sua óbvia fluência em espanhol? Na espontaneidade, na falastrice desabrida e ruidosa, na afabilidade interesseira ou não, na propalada sensualidade ou na promessa de sexo fácil ainda que fantasiosa? É tudo isso e talvez algo mais! Ela demonstra claramente que a imagem é tudo. Mas é uma imagem degenerada da latinidade. E a bunda, que ela não cansa de mostrar em fotos, filmes e clipes musicais - num arremedo de cantora! - é seu principal instrumento de trabalho(?) e de alpinismo social a ser imitado. E é provavelmente devido a essa difusa influência latina que o gosto - mercadológico, aliás! - por essa parte do corpo feminino tenha se tornado preponderante por lá numa inversão curiosa, pois até pouco tempo atrás eram os seios grandes os preferidos.
Mas na Sociedade do Espetáculo, conforme nomeou o genial Guy Debord, a imagem é mais importante do que qualquer outra coisa. O Mercado Total tornou a todos idólatras e fetichistas. E os chicanos ou latinos são parte atuante nisso tudo. Por nosso gosto atávico pelas aparências e imagens esfuziantes e coloridas e o amor pelo espetáculo puro e simples (carnaval, por exemplo) nos tornamos presa fácil e prenhe de manipulação por esse Mercado totalitário voraz e mesquinho.
E Miss Lopes é a cara e a bunda dessa latinidade degenerada e inescrupulosa.
1. A própria comunidade latina assim se denomina porque ela é, em sua maioria, composta por desendentes de mexicanos.
2. Não podemos esquecer da "nossa" Carmen Miranda, que nascera em Portugal!

Nenhum comentário: